Guia Cultural do Vale do Café

  • A+
  • A-
Fazendas Históricas & Hospedagem

Região 3 • Paty do Alferes

FAZENDA BOA ESPERANÇA

Área verde exuberante e degustação de doces produzidos no local

Situada em Avelar, distrito de Paty do Alferes, a Fazenda Bôa Esperança fazia parte da sesmaria de Pau Grande, que em 1748 passou a pertencer à família Ribeiro de Avellar. Roza Joaquina herdou a propriedade em 1839. Naquela época a fazenda mantinha uma estrutura para o cultivo de café, moinhos, senzalas e uma enfermaria de escravos. A casa atual é a antiga enfermaria adaptada e ampliada, por volta de 1850, para ser a residência familiar.
Conhecida como D. Zizinha, a última herdeira dos Avellar perdeu o marido e os 4 filhos, e sem descendentes, a Bôa Esperança acabou sendo passada anos depois, para Cid e Yvone Barros Franco e filhos, que na verdade foram a sua família adotada, cuidando muito bem dela na sua velhice, até o final de seus dias. Hoje os filhos de Cid e Yvone sentem-se privilegiados por serem sucessores desta história, preservando o rico acervo da família Ribeiro de Avellar, que inclui belíssimo mobiliário, porcelanas, quadros, fotos, documentos, cartas e objetos de inestimável valor afetivo e histórico.
A visita guiada feita pela família Barros Franco é recheada de preciosas narrativas, ilustradas por fotos e objetos.
A área externa é exuberante, cercada de mata atlântica, floridos jardins e centenárias jabuticabeiras, além de outras árvores frutíferas.
Tudo é muito bem conservado, possuindo, entre outras belezas, uma capela, um moinho de pedra em pleno funcionamento, uma nascente que fornece água puríssima e um rancho coberto com dois fogões de chão, com tachos para fabricação de doces.
Aliás, a produção de doces é um atrativo a parte, sendo uma tradição passada pelas mulheres da família, da qual Marina se tornou especialista. Uma grande variedade de doces de frutas como goiabada, bananada, abóbora, figo, pêssego verde, batata roxa, mamão, laranja, geleia de jabuticaba, goiaba e nêspera são degustadas no lanche servido, e para sorte dos visitantes, podem ser adquiridas compotas dessas delícias.
A visita para grupos de no mínimo 10 pessoas deve ser agendada com antecedência, e especialmente nos meses de janeiro e fevereiro é prudente confirmar as condições meteorológicas na véspera, para que nada atrapalhe os memoráveis momentos que serão vivenciados nesta deliciosa viagem no tempo.

Agendar visitas
Sob consulta
Carro • Ônibus
Chapéu ou boné • Tênis

Informações

Rua Arlindo Lisboa, 300 – Avelar – Paty do Alferes
(24) 2487-1123 / (24) 9636-1603 (Leda) / (21) 8116-9161 (Marina)
mailto:tonico@velejar.com

Quer ver mais conteúdos exclusivos? Baixe o aplicativo no seu tablet!

Vai para o topo