Guia Cultural do Vale do Café

  • A+
  • A-
Artesanato & Produtos Típicos

Região 3 • Miguel Pereira

DOCES CARMEM

O ponto certo para as mais variadas delícias caseiras difundidas ao longo de duas gerações, com direito a provas de cortesia

Criado pela saudosa D. Carmem, o tradicional ponto de venda e fabricação de doces é hoje dirigido pela sua filha Claudete Amaral, que aprendeu com a mãe as técnicas e segredos para atingir o ponto certo destas variadas delícias na época em que a ajudava na cozinha. As duas chegaram a se apresentar em um famoso programa de televisão, atraindo ainda mais a atenção para esse grande atrativo de Miguel Pereira.
Tudo começou há muitos anos, na antiga casa onde D. Carmem morou quando se casou, que possuía um único pé de laranja da terra no quintal. Em certa ocasião, a professora de sua filha pediu que ela fizesse o doce, que ficou tão bom, que a professora Ruth de Freitas, fez uma propaganda a todos os seus conhecidos e que surtiu muito efeito e motivou D. Carmen a fabricar e vender os doces de porta em porta, por muitos anos, sempre carregando bolsas pesadas.
Até que um dia um amigo levou vários hóspedes de uma colônia de férias até a sua cozinha, e eles além de ficarem encantados com sua simpatia e a qualidade dos doces ali produzidos, compraram tudo. A notícia se espalhou e a partir de então, os clientes passaram a ir diretamente ao local, e a variedade de doces só foi aumentando juntamente com os pedidos, o que se mantém até hoje.
É uma experiência única ir até lá e apreciar um verdadeiro festival de cheiros, cores e sabores dos mais variados tipos doces que Claudete e suas ajudantes produzem, e que os clientes podem provar antes de decidirem quais vão comprar. É tudo fresquíssimo, disposto em grandes panelas cobertas e pode ser comprado em potes de tamanhos variados, que são preenchidos até o topo no momento da compra. O ambiente é simples e acolhedor.
Os doces caseiros são feitos de acordo com as frutas da estação. No verão chegam a produzir mais de 40 diferentes tipos, destacando-se goiaba, coco, caju, abacaxi, banana, mamão, abóbora, figo e batata roxa, além das frutas cristalizadas como abacaxi, figo, caju, mamão, abóbora, banana, toranja (uma laranja bem grande), o tradicional doce de leite e algumas geleias especialíssimas. Também são feitos biscoitos de nata, pingos de leite, pé de moleque e suspiros. Nos finais de semana a coleção de tentações é acrescida de cajuzinho, olho de sogra, brigadeiro e os famosos casadinhos, que apenas seu sobrinho Maxwell faz.
Claudete também herdou de sua mãe a simpatia e o gosto por uma boa prosa, que por si só já adoça o dia. Ir a Miguel Pereira sem dar uma passadinha para experimentar os Doces Carmem é como cometer um pecado.

9h às 18h diariamente
Vários preços
A pé • Carro • Ônibus

Informações

Rua Dr. Pedro Saullo, 70 – Miguel Pereira
(24) 2484-2933
Facebook: Docescarmem Amaral
mailto:doces-carmem@hotmail.com

Quer ver mais conteúdos exclusivos? Baixe o aplicativo no seu tablet!

Vai para o topo